Ir. Aquino

Publicado em 15/05/2019 às 15h12

Inspirada no nosso fundador Frei Teodósio Fiorentini que dizia “Eu queria fundar uma Congregação que se adaptasse á qualquer lugar e que em qualquer lugar fosse aceita e que pudesse inserir em todas as situações”. Eu recebei o privilégio de ir ao encontro das pessoas nas periferias existenciais, mais precisamente, em pessoas de situação de rua, os nossos irmãos encarcerados e da realidade dos sobreviventes nos lixões em Duque de Caxias. Uma realidade de sofrimento e cruz, mas aonde a gente pode ofertar de alguma maneira algo da força da ressurreição.

Esse trabalho é especial para mim, porque nele, mesmo estando cansada, eu encontro a maneira de refazer as forças. Com eles eu ganho força, eles me ajudam a viver minha vocação, através deles, eu aprendo a ser gente, a ser mais humana, é um trabalho que dos dois lados tem ganhos. Para eles, para mim, para congregação e para o mundo.

 

Enviar comentário

voltar para Informativo

left show bds b02s fsN normalcase tsY fwB|show tsN left fwB|left show fwB|b04 bsd|||news login c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB c10|c10 fwB|login news normalcase uppercase fwB c10|tsN normalcase uppercase c10 fwB|normalcase uppercase c10|content-inner||