Espiritualidade

O espírito do nosso Instituto é o espírito do Evangelho tal como São Francisco e nossos Fundadores, Frei Teodósio e Madre Maria Teresa o viveram.               Constituição das Irmãs, Artigo 1º

 

EspiritualidadeVivemos a espiritualidade franciscana, a busca da minoridade nas suas diversas expressões: a sensibilidade; o respeito e admiração diante de toda criação; a humildade; a existência a serviço da vida para o louvor do Deus Altíssimo; a alegria que brota da cruz; a fraternidade universal. Ou seja buscamos viver e anunciar o Evangelho, a paixão pelo Cristo encarnado, Pobre, Casto, Obediente, servo, crucificado e Ressuscitado.

A cruz também está no centro de nossa espiritualidade, simboliza a plenificação da história humana no plano de amor do Deus Trino que, em Cristo quis reunir todas as coisas no céu e na terra (Ef 1,10). A cruz do Senhor que se estende para as quatro direções, norte, sul, leste e oeste abrange a humanidade inteira no mistério da salvação. Mais ainda: se pode sentir sua energia dinâmica que atinge o universo todo para redimi-lo. Assim, nossa espiritualidade se ancora na cruz e ressurreição, ou seja no mistério pascal do Senhor. 

Nosso Fundador, Frei Teodósio, quis ver a sua Congregação inserida no mundo. Nós devemos ter o coração sempre aberto para todas as pessoas, para um serviço criativo que não exclua nenhuma criatura, independente da atividade e em qualquer que seja a necessidade e o lugar.

O espírito do Evangelho une todas as Irmãs no amor. Contemplando nossa diversidade o Espírito opera em nós aquela união pela qual Cristo orou ao Pai:

 

“Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós. Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome....Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade...Por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade”...

 

Espiritualidade é uma dimensão específica da vida humana que caracteriza o modo de viver da pessoa na busca para alcançar a plenitude de sua relação com o transcendental, com o que é divino. É a vida guiada e animada pelo Espírito. Traduz nas diversas religiões e confissões religiosas, o modo de viver daquele que acredita. É qualidade do que é espiritual, transcendente. Segundo o Dicionário Houaiss é a característica ou qualidade do que tem ou revela intensa atividade religiosa ou mística; religiosidade, misticismo; tudo o que tem por objeto a vida espiritual; elevação, transcendência, sublimidade. Espiritualidade não se confunde, pois com carisma dom, extraordinário e divino concedido a uma ou mais pessoas para o bem da comunidade como um todo.

De maneira mais aprofundada o Dicionário de espiritualidade afirma: por sua natureza a vida espiritual é experiência religiosa, isto é, atividade de contato e de comunhão com Deus, a qual normalmente integra e aglutina os aspectos mais importantes da pessoa. Nesta linha o verbete Experiência espiritual na Bíblia expõe amplamente a relação com Deus, a qual não obstante, se converte em geradora de relação com os homens e em critério de leitura dos acontecimentos, através das figuras do Novo e do Antigo Testamento.

A minoriade franciscana é uma atitude fundamental que perpassa a vida, que deve cunhar as decisões cotidianas e está em estreita ligação com a pobreza e a obediência. É marca indelével das Bem Aventuranças ditadas por Jesus de Nazaré. Caracteriza, portanto, a vida da pessoa:

1) Consigo mesmo: é expressão da verdadeira pobreza interior, humildade de coração, solidariedade com os que mais sofrem e renúncia às formas de poder, preferências, exigências e dominações;

2) Com os demais, pois a minoridade deve ser exercida na comunidade, nas relações interpessoais como serviço e renúncia. Também em atitude de respeito e cuidado com as criaturas irracionais, sem sentimentos de superioridade;

3) No entendimento de direção. Francisco chama os superiores de “Ministri”, servos. O centro da unidade da comunidade franciscana não é a autoridade, mas o Evangelho e o amor mútuo.

Bibliografia

Dicionário Houaiss. Versão monousuário 2009.3. Instituto Antônio Houaiss. Editora Objetiva Ltda. 

Dicionário de Espiritualidade/organizadores Stefano de Fiores, Tullo Goffi. Tradução da edição espanhola, adaptada por Augusto Guerra, Isabel Fontes Leal Fereira. São Paulo: Edições Paulinas, 1989.

left show bds b02s fsN normalcase tsY fwB|show tsN left fwB|left show fwB|b04 bsd|||news login c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB c10|c10 fwB|login news normalcase uppercase fwB c10|tsN normalcase uppercase c10 fwB|normalcase uppercase c10|content-inner||